Como Cuidar da Grama no Verão

Categorias: 2021 - Cuidados - Dicas - Jardim

Saiba aqui quais são os principais cuidados que você deve ter com o seu gramado no verão.



Como cuidar do gramado no calor? Estamos falando de nosso jardim, o espaço de nosso lar onde nos aproximamos mais da natureza fora de nós. Durante a presente estação, o verão, gramado cresce de forma mais volumosa e acelerada, pela presença de intenso calor, luz e muita umidade do ar. Deste modo, a poda será mais frequente.

A relação das espécies de relva mais comuns é a seguinte:

Veja na tabela abaixo: Batatais (5 cm); São-Carlos (3 cm); Esmeralda (3 cm); São-Agostinho (3 cm); Grama-Azul (3 cm); Grama-Coreana (2 cm) Bermuda (2 cm).

Cuidar do jardim e do gramado parece ser uma tarefa simples, porém, não é bem assim, se trata de uma verdadeira engenharia e arte, para que o ambiente se torne não só bonito, mas, sobretudo, saudável. Os instrumentos de corte deverão estar sempre em boa manutenção, de modo que as lâminas, bem afiadas, não “mastiguem” as folhas da grama, ou seja, não exterminem os vegetais, e a máquina de cortar grama deve estar bem lubrificada, para funcionar corretamente, sem causar danos ao ambiente.

Seguem os itens essências para bem cultivar seu gramado:

Utilizar calcário. Para corrigir o solo, nada mais eficiente que adicionar à terra, onde está a grama, o calcário. É muito importante, antes de tudo, nesse sentido, pesquisar sobre o solo e avaliar qual tipo será corretamente aplicado para equilibrar o pH do mesmo, seja calcário calcítico, seja dolomítico.



Sobre as Ervas Daninhas. Embora apenas façam seu trabalho, as chamadas ervas daninhas podem ser evitadas com constante prevenção. Algumas pessoas optam por tentar extirpá-las pela raiz, porém, quem decidir fazer uso de herbicidas e demais agrotóxicos, antes de tudo deve consultar um bom engenheiro agrônomo. Essas substância são utilizadas com cuidado em amplos campos, mas em quintais pode ser muito perigoso. O método mais eficiente, saudável e ecológico é a de retirar essas plantinhas de modo manual.

Sobre a Adubação. Neste caso, para quem possui um terreno mais amplo, a ideia é preparar, durante uma semana, a famosa compostagem; é possível encontrar, em comércio especializado, às vezes até em Pet Shops, adubo pronto. É importante estar atento e efetuar o procedimento com fartas informações, pois existe o risco de, no ato de adubar, fazer uso de misturas que contenham sementes de plantas invasoras, as quais poderão, em pouco tempo, contaminar todo o gramado. A melhor dica está na utilização de adubos muito bem curtidos e desprovidos de sementes, incrementados de húmus; também é recomendável a utilização de adubos químicos que liberam lentamente fórmulas especiais na terra, para os gramados.

A irrigação. Mesmo em período de verão, quente e úmido, geralmente chuvoso, é necessário observar a irrigação. Regar o grama é importante, porque pode ser feito de modo regular, ao passo a presença de chuvas é irregular. Vale muito a pena consultar sobre o ciclo de vida da relva, e observar os dias mais secos e mais chuvosos, para então programar os momentos de regar, ou seja, os horários e dias mais precisos. Especialistas indicam que os melhores momentos para irrigar o jardim são o vespertino e noturno. Não há necessidade de se regar várias vezes durante o dia, mas, duas vezes, nos dois períodos indicados. Para quem tem maior poder aquisitivo, vale a pena investir em alguma das variadas ferramentas para irrigação, que operam, pré-programadas para efetuar esse processo.

O tempo de verão consiste no melhor período para se curtir uma grama mais verdinha, cheirosa e gostosa para se descansar. É claro, estenda uma toalha sobre a relva, para não ficar repleto de coceiras. Jardim, gramado, é vida, cuide.

Paulo Henrique dos Santos



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Posting....