Importância das Cores em Projetos Arquitetônicos

Categorias: Arquitetura - Cores - Decoração

O uso das paletas de cores pode trazer diferentes possibilidades de relação entre o ser humano e um espaço arquitetônico, significados estes que ultrapassam fronteiras, podendo alavancar pesquisas incríveis em campos como a psicologia e a semiótica.

As cores são elementos que influenciam decisivamente na sensação que sentimos quando entramos em um determinado ambiente, Além do mais, elas são um excelente dispositivo para influenciar o comportamento de uma pessoa, por meio de motivação, energia, relaxamento, tranquilidade. Ou seja, muito além das preferências estéticas, o uso das paletas de cores pode trazer diferentes possibilidades de relação entre o ser humano e um espaço arquitetônico, significados estes que ultrapassam fronteiras, podendo alavancar pesquisas incríveis em campos como a psicologia e a semiótica. Isso demonstra o quanto há muito a ser explorado. Afinal de contas, uma cor não depende apenas da luz e do ambiente onde está inserida, mas também da percepção geral que temos dela.



Teoria das cores

Quem iniciou a estudar as cores e pesquisar seus efeitos foi alemão Johann Wolfgang Von Goethe, que desenvolveu a Teoria das Cores, ressaltando que a identificação de tons é subjetiva a cada pessoa, mas que seus efeitos são universais. Para Goethe, as cores quentes (como por exemplo o vermelho, o amarelo e o laranja) são tonalidades mais dinâmicas, que causam sensação de conforto e estímulo nas pessoas, enquanto que as cores frias (como o azul, o verde e também o roxo, por exemplo) teriam um efeito recheado de mais suavidade, trazendo mais calmaria e neutralidade a um ambiente. Portanto, ao se trabalhar com uma paleta de cores, as possibilidades de se criar diferentes sensações na percepção do espaço de uma pessoa são imensuráveis, o que torna a arquitetura de interiores e mesmo o design áreas extremamente interessantes!

Potencial do uso das cores em projetos de arquitetura

Como dissemos, as possibilidades de uso de cores e integração entre elas são infinitas – pode-se fazer contrastes entre diferentes materiais e cores, diferentes tendências como tons pastel ou neon, ou ainda acromatismo. Em qualquer caso, as cores são uma ferramenta que contribui para intensificar ou diminuir a presença de elementos, além de facilitar ou dificultar a leitura de um determinado ambiente. Aliás, elas podem causar diferentes impressões em que as visualiza, além de benefícios. Algumas podem contribuir positivamente para a felicidade, produtividade e até à saúde física de moradores de uma residência ou profissionais que frequentam um determinado local de trabalho, por exemplo.

Obviamente, apenas com uma demão de tinta não ajuda a atingir esses objetivos sozinhos – é a combinação de cor, iluminação e outras características ambientais que podem tornar um espaço o mais favorável para uma família ou um grupo de funcionários, por exemplo. E um bom arquiteto, ao realizar seu estudo, deve buscar o equilíbrio certo para as pessoas que irão morar ou trabalhar no espaço que está projetando.



Influência das cores na rotina humana

Vale ainda lembrar que a discussão em torno das cores e do uso delas está sempre em evolução. À medida que entramos nesta era de maior foco no design de residências e dos locais de trabalho, o uso das cores agora também é estudado por outras ciências, como a semiótica, o design e a psicologia, por exemplo. Desse modo, podem contribuir com nossa percepção visual, tanto por meio de seus impactos em diferentes frequências de luz quanto por meio das classificações e sensações que cada pessoa em particular faz de uma cor.

Até porque, nossa observação de cores diferentes resulta, de maneira geral, de uma combinação única de matiz, tom e sombra. E cada tonalidade tem sua função no universo das cores. E analisar suas paletas é uma das muitas maneiras pelas quais entendemos e conhecemos o mundo ao nosso redor. Muitas vezes podemos não perceber, mas isso afeta muitas das nossas escolhas, pensamentos e interações com pessoas, objetos e o mundo ao nosso redor. Pensamos nas cores ao nos vestirmos para o trabalho ou mesmo quando enviamos um emoji pelo celular.

Fazendo escolhas de cores

Como você viu, existem diversas possibilidades para o uso de paletas de cores. Como exemplo, podemos citar o uso da cor amarela. Ela pode evocar sentimentos de otimismo, calor e criatividade. Mas é importante considerar, entretanto, que existem inúmeros de tons de amarelo, que são capazes de trazer efeitos distintos ao cérebro humano. E não apenas a tonalidade muda a cada graduação, mas também pode afetar um ambiente e seus usuários por meio de variáveis como brilho, padrão e translucidez!

Esta é a razão pela qual a colaboração inicial entre designers de interiores, arquitetos e designers gráficos é benéfica ao se planejar um projeto arquitetônico de qualidade.

Por Ana Beatriz Pinto

Please follow and like us:


Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *