Drywall – O que é e Onde usar





O Drywall é formado pela junção de quatro folhas de gesso molhado intercalados com quatro folhas de papel, formando uma estrutura sólida capaz de abafar o som, vedar e dividir o ambiente.

A evolução dos produtos utilizados pelo ser humano é algo constante no dia a dia. Milhões são gastos em pesquisa todos os dias para melhorar e facilitar a vida da sociedade. Um dos setores que tem investido consideravelmente é o da construção civil.

O drywall é uma dessas evoluções. Há muito que nos Estados Unidos o material é utilizado na construção cível para fazer divisórias, prateleiras, mobiliário, estantes e paredes. Isso mesmo, o produto também tem a finalidade de substituir as paredes convencionais de alvenaria, produzindo o mesmo efeito do que uma parede de tijolos.

Contudo, mesmo sendo usado há décadas nos EUA, há pouco tempo que o drywall vem sendo utilizado em construções aqui no Brasil, e de forma tímida. Isso se dá por diversos fatores, dentre eles podemos citar a desinformação, o despreparo e a mentalidade antiga de muitos profissionais ligados ao setor de construção.

O QUE É DRYWALL?

Para entendermos melhor é preciso saber o significado da palavra. O termo Drywall é uma palavra inglesa que significa “parede Seca”. Foi criado nos Estados Unidos por volta de 1894 e é formado pela junção de quatro folhas de gesso molhado intercalados com quatro folhas de papel, formando uma estrutura sólida capaz de abafar o som, vedar e dividir o ambiente.

As construções que levam o material são conhecidas como obra limpa. O drywall também é conhecido como placa de gesso, parede de gesso e placa seca. As placas são parafusadas em estruturas metálicas ou de madeira, dividindo internamente as construções.

Para tentar ajudar, vamos apresentar a seguir as vantagens e desvantagens na utilização do Drywall.

VANTAGENS DA UTILIZAÇÃO DO DRYWALL

1. Custo

A placa de Drywall tem a vantagem de diminuir os custos nas obras. Ela tem preço do metro quadrado menor do que os materiais convencionais. Por ser um material mais leve, também diminui os custos referentes aos demais processos durante a construção, além de não precisar de muitos materiais para ser fixada.

2. Facilidade na instalação

A placa de gesso é de simples colocação. Como ela é parafusada em uma estrutura previamente fixada no ambiente o tempo hábil de colocação é muito menor do que o de alvenaria, que precisa de todo um processo, desde sua elaboração até a finalização da parede.

3. Funciona como isolamento acústico





Outra vantagem da placa de Dryawll é sua funcionalidade na eliminação de ruídos entre os ambientes. As paredes de alvenaria ou outros materiais utilizados na divisão através da construção de paredes tendem a permitir que o som continue vazando. As placas de gesso diminuem e ruído e dão maior privacidade aos locais.

4. Ocupa menos espaço

Diferente dos materiais utilizados para fazer paredes de alvenaria que ocupam um espaço maior, as divisões feitas de Drywall são mais estreitas. Falando em números, a parede de gesso traz um ganho de 5% na área útil. Só para se ter uma ideia, em imóveis com metragem total de 150m², o ganho de espaço será de aproximadamente a sete metros e meio, no total. Um ganho enorme considerando que boa parte dos apartamentos está sendo construídos com uma média de 60m².

DESVANTAGENS DA UTILIZAÇÃO DO DRYWALL

1. Utilização interna

Até o momento, a utilização das placas restringe-se ao ambiente interno. Embora existam produtos que já estão sendo tratados como material externo, ainda não são totalmente resistentes para utilização externa.

2. Layout restrito

O drywall não permitir a troca constante de lugar dos acessórios de decoração, tais como quadro e outros materiais fixados na parede. Outro fator importante é que por ser um produto novo no país, acessórios como saboneteiras, prateiras, etc., não podem ficar sendo trocados de lugar constantemente. Também é preciso utilizar um tipo de bucha específica para o material e a maioria das fábricas ainda não se adequou a este tipo de produto.

3. Fragilidade

Diferente das paredes de alvenaria, que são extremamente resistentes. As paredes de gesso são mais frágeis, podem ser danificadas ou destruídas com maior facilidade. Dessa forma, é preciso tomar cuidado ao arrastar móveis, com brincadeiras mais agressivas, transporte de materiais pesados, etc.

Mesmo diante destas desvantagens, a utilização do drywall ainda é recomendável, visto que os seus benefícios são enormes para o consumidor e agregam muito valor ao ambiente, deixando-o mais leve, contribuindo com meio ambiente e, claro, com o bolso do consumidor.

Por Juanito Carvalho

Parede de drywall



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *