Piso ideal para a Casa





Na hora de escolher o melhor piso para o seu lar, existem alguns itens a serem considerados. Confira.

Fazer a decoração ou redefini-la, geralmente não é um processo simples, nos deixando perdidos a ponto de nem sabermos o que ou como iniciar a tal mudança. Um dos itens que pesam muito num ambiente, além da cor das paredes e móveis, é o piso.

Cada localidade da casa pode exigir um piso diferenciado. Se você souber fazer as escolhas certas, além de adiantar a limpeza do ambiente, vai ter um clima muito mais agradável e aconchegante no ambiente, graças ao piso colocado.

Antes de qualquer coisa: pesquise

A primeira coisa que você precisa fazer quando pensar em trocar de piso, é fazer inúmeras pesquisas. Para pesquisar, considere:

  • Instalação;
  • Manutenção;
  • Durabilidade.

É preciso ter em mente que um acabamento não é apenas um item visual. Por ser parte predominante do ambiente, o piso é responsável por deixar a casa mais confortável e aconchegante, dando uma sensação de acolhimento na casa. O piso também marca a personalidade do local, ou seja, o piso que você vai escolher para o banheiro, geralmente não será o mais adequado para o seu quarto, por exemplo. Já o piso do quarto, por sua vez, não será como o do escritório e assim por diante.

Na cozinha, por exemplo, por ser o ambiente mais transitado da casa, pede um piso resistente. Nesse caso, o porcelanato é indicado. Já no banheiro, recomendam-se pisos que sejam frios e não porosos: pastilhas e porcelanatos esmaltados. Esse material evita cheiros desagradáveis e também mofo. Mantendo o local limpo e ventilado – cuidando da higiene dos rejuntes, a tendência é que o piso se conserve muito. Passando para quartos e salas, pensa-se em pisos quentes: é o caso dos laminados, que dão sensação de aconchego.

Preparamos algumas informações acerca da cerâmica, um dos materiais mais usados para pisos. Veja:

Cerâmica





Pisos de cerâmicas são resistentes. Outra vantagem é a facilidade para higienizá-los. Esse piso é indicado tanto para lugares externos quanto internos. O que deve ser observado nesse caso, é que cada cerâmica possui um nível de resistência diferente e isso deve ser considerado na hora de escolher. O Porcelain Enamel Institute (PEI) deve ser pesquisado para saber qual é o grau de resistência da cerâmica. Quanto maior o PEI for, mais resistente a cerâmica é.

O PEI 0 é recomendado para paredes, enquanto o 1 pode ser usado em banheiros de casa, desde que o fluxo de pessoas não seja grande e a sujeita não seja abrasiva. Já o PEI 2, por ser mais resistente, pode ser usado em banheiros e dormitórios de casa, sendo ideal para a transitação de um pessoas em número moderado. O PEI 3 é indicado para todos os ambientes da casa. Os 4 tipos níveis não dão suporte para porta externa.

Acima do PEI 3, ou seja, o 4 e o 5, abrangem tudo que é residencial, sendo que o 4 suporta ambientes comerciais desde que pequenos, como salas comercias. No caso do 4, porta externa é suportada, desde que a sujeita abrasiva seja pouca. O PEI 5 abrange todos os ambientes comercias e é usado também em indústrias.

Apesar de parecer uma opção genérica, mesmo a cerâmica deve ser estudada para qual fim o ambiente terá. No caso de um local comercial, cujo fluxo de pessoas é muitíssimo grande, a cerâmica com classificação PEI 5 é a mais indicada, enquanto para um banheiro para funcionários, um grau de resistência mais baixo pode ser mais adequado, sendo que algo acima disso pode fazer-se desnecessário.

Para fazer a escolha perfeita, leia também sobre porcelanatos, pastilhas e laminados.

Por Carolina B.

Pisos



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *